Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Estandarte
Início do conteúdo da página

Estandarte

Publicado: Quarta, 07 de Junho de 2017, 13h23 | Última atualização em Quinta, 29 de Julho de 2021, 18h18 | Acessos: 3811

   A 27 de junho de 1990, o então Ministro do Exército, por meio da Portaria nº 542, concedeu ao 2º Batalhão de Engenharia de Combate a denominação histórica de BATALHÃO BORBA GATO e o respectivo Estandarte Histórico.
     MANUEL BORBA GATO foi um dos bandeirantes que, ao enveredar pelo interior do país, possibilitou a expansão das fronteiras do Brasil para o Oeste. Também foi um dos célebres bandeirantes do século XVII. Seu nome está ligado ao descobrimento das minas de SABARÁ e ao desbravamento das terras próximas ao rio das Velhas. Assim como um bandeirante, a atuação do 2º Batalhão de Engenharia de Combate extrapolou os limites do Vale do Paraíba. Ao longo de sua existência, o Batalhão Borba Gato marcou presença na Serra do Mar, na Serra da Mantiqueira, no Vale do Ribeira, no Litoral Norte Paulista, no Litoral Santista, no interior do Estado, no rio Pelotas, na divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul, no rio Piracicaba, no rio Tietê e em muitos outros locais, sempre em auxílio às comunidades atingidas por calamidades públicas. Estandarte, por definição, é uma bandeira de guerra, é a insígnia de uma organização militar. Representa e simboliza uma Unidade.
     O Estandarte do 2º Batalhão de Engenharia de Combate apresenta a seguinte descrição heráldica:
“Forma retangular, tipo bandeira universal, com campo azul-turquesa. Em brocante e em abismo um escudo peninsular português, com bordadura de branco filetada de ouro e carregada por oito besantes, também em ouro, alusivos às descobertas auríferas feitas pelo bandeirante Borba Gato. Campo do escudo cortado, primeiro de prata carregado de uma águia bicéfala voante e de negro, simbolizando a missão do Batalhão voltada tanto para a paz quanto para a guerra, tendo no peito um castelo, distintivo da Arma de Engenharia, encimando o número 2, tudo de ouro; segundo campo partido, primeiro de azul-celeste, carregado de um arcabuz de ouro posto em banda, principal arma usada pelo bandeirante; segundo de vermelho carregado de um gibão de ouro representando sua armadura. Dividindo os campos e peças um filete de ouro. Encimando todo o conjunto, a denominação histórica “BATALHÃO BORBA GATO” em arco e de ouro. Franja de ouro em toda volta do campo. Laço militar com as cores nacionais, tendo inscrito em caracteres de ouro a designação militar: 2º BE Cmb”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página